Assine a newsletter do blog, prometo só te mandar coisas incríveis!

>PUKET: Coleção Navy!

>

Como uma boa amante de coisas fofas, principalmente lingeries, preparei esse post para falar sobre a nova coleção Navy que a PUKET preparou. Como eu já havia dito por aqui, eu adoro o estilo Navy e entrei em colapso quando vi essa coleção. Espero que vocês amem tanto quanto eu.


 PUKET: Site | Twitter
Compartilhe

>Viagem: Back!

>

Depois de uma semana em São Paulo, eu volto com uma sobrecarga gigante de boas recordações, e louca para relatar tudo aqui.

Fazia um bom tempo que eu não arrumava as malas pra fazer uma viagem. De cara, me vi com o primeiro problema: como eu moro numa cidade SUPER quente, não sabia bem o que levar para aguentar o suposto frio paulista. Fora o problema do excesso de bagagem, né? (as malas não podem ultrapassar os 23 kg! muita sacanagem!)

Eu já tinha viajado de avião uma vez, em 2006, mas relembrar a sensação de estar atravessando  o país novamente é incrível!
 Definir como o céu é bonito é algo bem complicado. A sensação de querer correr sobre as nuvens é algo incontrolável. Fora que o horário do meu vôo me proporcionou a mais bela visão já vista: vi o sol nascer pela janela do avião.
 Assim que cheguei me surpreendi com a recepção calorosa dos meus familiares que vivem lá. Fomos super bem tratados e hospedados. Quando meu primo me perguntou qual seria o primeiro lugar que eu gostaria de ir, não precisei pensar duas vezes: Avenida Paulista. Ela está muito mais bonita a noite por causa da decoração de natal. Eram 1:30 da madrugada e ela estava repleta de carros!
Falando um pouco da parte verde de São Paulo (que eu sempre julguei não existir!), eu visitei o Pico do Jaraguá. A vista lá de cima é incrível! você ainda pode subir uma escadaria até uma antena e ver a cidade mais de cima ainda. Se você faz o tipo sedentária feito eu, cuidado! São exatamente 244 degraus (!)  e o ar rarefeito não ajuda muito.
Como uma boa amante da música, não poderia ir até São Paulo e não dar uma passadinha na Galeria do Rock. Pela primeira vez, eu estava me sentindo realmente em casa. Fiquei louca quando vi aquela quantidade imensa de artigos do rock! Camisetas, Pôsteres, Acessórios, Cds…
Confesso que o que eu mais gostei foi o clima de São Paulo. Lembro do passeio que dei com a minha família e eles reclamavam do sol. Comentei com eles que aquele sol de 12:30 da tarde era o solzinho das 7:00 lá em Recife.
Deixei meu espírito consumista falar um pouco mais alto e me joguei na compra de anéis! Fazia séculos que eu estava procurando um anel de caveira pra mim e quando eu achei lá na galeria, surtei! Não foi muito barato, custou R$ 25,00 por causa dos strass. O vintage comprei na galeria também. O largo com letrinhas foi na C&A e o grande do olho grego numa lojinha japonesa por R$ 6,00.
Eu não poderia concluir esse post sem antes falar sobre a melhor coisa que me aconteceu na minha estada em São Paulo. Na verdade, o intuito da viagem era encontrá-lo! Posso dizer que foi o melhor momento da minha vida. Uma história que começou no fake agora tomou uma proporção imensa. Eu o amo e quero viver tantos outros momentos incríveis como os que eu passei ao lado dele. Sim, @XandeSmn eu te amo! <3′
dez coisas que eu aprendi nessa viagem:
01. dormir no avião é algo muito desconfortável. 02. São Paulo é uma cidade de louco. trânsito, correria… nossa! 03. água quente resseca muito a pele, mas é impossível tomar banho na água fria. 04. andar de metrô é melhor do que andar de ônibus. 05. o melhor sapato para se usar é realmente o all star 06. Paulistas comem cachorro quente com purê de batata. 07. o céu ainda está claro as 20:00 horas. 08. conhecer a família do seu namorado e eles gostarem de você não tem preço. 09. rímel a prova d’água ajudam muito em dias de despedida. 10. as operadoras de celular cobram pra receber ligações também quando você está fora do estado.
Voltei para Recife com uma coisa em mente: “Eu vou voltar!”. Talvez em Julho, ou até mais cedo ainda. São Paulo abriga tudo o que eu quero.
Atenção senhores leitores, o Boneca de Platina voltou ao ar.
Compartilhe

>who I am.

>

“Não sou boa com números. Com frases-feitas. E com morais de história. Gosto do que me tira o fôlego. Venero o improvável. Almejo o quase impossível. Meu coração é livre, mesmo amando tanto. Tenho um ritmo que me complica. Uma vontade que não passa. Uma palavra que nunca dorme. Quer um bom desafio? Experimente gostar de mim. Não sou fácil. Não coleciono inimigos. Quase nunca estou pra ninguém. Mudo de humor conforme a lua. Me irrito fácil. Me desinteresso à toa. Tenho o desassossego dentro da bolsa. E um par de asas que nunca deixo. Às vezes, quando é tarde da noite, eu viajo. E – sem saber – busco respostas que não encontro aqui. Ontem, eu perdi um sonho. E acordei chorando, logo eu que adoro sorrir… Mas não tem nada, não. Bonito mesmo é essa coisa da vida: um dia, quando menos se espera, a gente se supera. E chega mais perto de ser quem – na verdade – a gente é. “
Compartilhe
Newsletter
Receba as coisas mais legais do Boneca de Platina por e-mail!
Fechar