Assine a newsletter do blog, prometo só te mandar coisas incríveis!

3 dicas de styling para atualizar o seu look

Um das funções mais legais do styling é tornar o seu look mais legal de imediato sem precisar pensar muito. As vezes a gente compra caminhões de roupas (o que não é legal, já falamos sobre isso por aqui) quando podemos atualizar o nosso guarda roupa com peças que nunca pareciam legais juntas e com pequenas dicas que podem deixar o nosso look mais cool no ato.

Selecionei 3 dicas de styling que eu mais uso e que deixam os meus looks mais cool pra vocês colocarem em prática.

1. Acinture casacos e blazers

Tá frio aí na sua cidade? Aproveita para tirar o seu blazer ou casaquinho do guarda roupa e coloca um cinto nele. Além de acinturar a peça, você consegue um efeito arrumado chic. Combinando com outras peças mais despojadas, como coturno ou tênis, o look pode ficar mais cool ainda.

2. Nozinho na camiseta

Deixa o look mais despojado, dá pra acinturar e é uma ótima alternativa para aquelas camisetas mais longas ou larguinhas. Não tem muito mistério, até porque é raro uma camiseta ficar ruim com alguma coisa. Dá pra combinar com saia, calça alfaiataria, jeans e short. Dá pra ver que eu amo essa dica aqui e aqui.

+ + + leia também: Acessórios poderosos para o seu styling

1. Jaqueta jeans amarrada na cintura

Fica maravilhoso com vestidos minimalistas porque dá uma cara despojada ao look. Se combinados com tênis, é garantia de sucesso. E sabem qual é a melhor parte disso tudo? Se o clima esfriar, você está preparada!

Me contem, quais dessas dicas você costumam usar? Se vocês gostam de ver dicas de styling por aqui, clica no coraçãozinho aqui no fim do post ♥

Compartilhe

decoração de natal minimalista e escandinava

O Natal é uma das minhas datas comemorativas favoritas do ano e aqui em casa eu me empenho muito quando se trata de decór. Esse ano, me enchi de inspirações de decoração de natal minimalista e escandinava, que são os meus estilos estéticos favoritos – como vocês já devem saber bem. E aproveitando que eu estou nessa onda, vim contar pra vocês como conseguir aplicar esse estilo de decór na sua casa nesse final de ano.

:::   Abuse dos tons neutros

As cores mais amadas pelos minimalistas e amantes do estilo escandinavo são os tons neutros. Então abuse dos tons de branco, bege, cinza (vale até o preto para os mais ousados!). Não consegue abrir mão de cores mais alegres? Tudo bem. Mas é legal apostar em cores sem tanta saturação, como o rosa quartzo ou um azul índigo. Quer dar um toque de modernidade? Rosé Gold.

:::   Materiais e elementos naturais

Tá valendo usar galhos (até no lugar da árvore ou em arranjos), um pinheiro natural, mantas de linho ou algodão cru, papel kraft e barbante para embrulhar os presentes, folhas e enfeites de madeira… Tudo que possa dar a sensação de natureza na sua decoração é bem vinda.

E para ilustrar todas essas ideias, aqui vai algumas imagens que vieram direto do nosso amado Pinterest. Espero que elas inspirem muito vocês! ♥

Se vocês quiserem mais algumas boas doses de inspiração, é só dar uma conferida no painel que eu fiz lá no Pinterest só com decorações de natal nesse estilo. Vale a pena conferir e seguir:

Não esqueçam de me contar o que vocês acharam aqui nos comentários, combinado?

Compartilhe

Os caras ainda não aprenderam a retratar mulheres no cinema

Pois é. Eu poderia liberar esse post só com o título e mais nada, porém é necessário explicar. Aprendi que quando a gente tem uma opinião construtiva, é preciso expor. Mas para que entendam essa opinião, é preciso fazê-la ser entendida. A minha opinião foi dada ali no título; os caras realmente ainda não sabem como representar mulheres nos filmes. E eu espero que eles não estejam tão longe de aprender porque olha… tá complicado de lidar. Nós, como mulheres, já não aguentamos mais os mesmos clichês.

Esses dias, fui assistir Liga da Justiça. Estava ansiosa porque o filme da Mulher Maravilha tinha me arrancado o fôlego e eu estava louca para rever a minha personagem favorita. O filme é bom em certos parâmetros que eu não me sinto capacitada a avaliar, afinal, eu nem sou tão fã assim de Comics. Mas de representações femininas eu entendo, viu? Principalmente depois de ver em Wonder Woman 1 como se deve retratar uma super heroína.

Wonder Woman foi digirido por Patty Jenkins, que deixou muito claro o seu desejo de que Diana pudesse ser vista como a guerreira que é. Que todas as amazonas pudessem ser vistas dessa maneira. Mulheres fortes. Independentes. Tendo uma comparação tão boa para as demais versões de Wonder Woman vividas por Gal Gadot, pude perceber o quanto os homens estão atrasados em representar mulheres no cinema.

Em Batman vs Superman (que no geral, é um filme bem ruim), as cenas de luta da Mulher Maravilha são marcadas por quedas da personagem com as pernas abertas e expressões extremamente sexualizadas. <Me explica quem diabos leva uma porrada e levanta com uma expressão dessas, minha santa Deusa?>

Em Liga da Justiça, dirigido por Zack Snyder, houveram cenas que me incomodaram muito. Como as diversas vezes que Gal Gadot foi filmada de baixo para cima. Onde a bunda da atriz aparece ~despretensiosamente~ em cenas que ela está de costas. Ainda, durante uma das cenas de batalha, Flash cai sobre os seios de Diana para alívio cômico do filme. A mosquinha da desconstrução não parava de zunir nos meus ouvidos.

Outra coisa que ficou muito clara pra mim foi o figurino das Amazonas, desenhado pelo Michael Wilkinson. É perceptível como há muito mais pele exposta na atual produção do que no filme Wonder Woman, cujo figurino foi assinado por Lindy Hemming (um mulherão da porra!). A gente até ouviu algumas explicações ~criativas~ para a nova versão do figurino e porque as amazonas estão de barriga de fora. Não engoli, viu.

Acho que os homens têm muito a aprender com o cinema produzido por mulheres. A questão é que estamos cansadas (pelo menos, eu estou!) das mesmas narrativas criadas para mulheres quando nossas histórias e vivências são muito mais complexas do que isso. Já estamos na portinha de 2018, chegou a hora de dar uma atualizada nas velhas narrativas. Quem está disposto a tentar?

+ + + leia também porque precisamos dar voz as mulheres

Compartilhe
Newsletter
Receba as coisas mais legais do Boneca de Platina por e-mail!
Fechar